Eletrificador de Cerca

Eletrificador de Cerca


A cerca elétrica deve ser tratada como um sistema completo, do projeto à implantação, necessitando de cuidadosa avaliação das características e particularidades de cada propriedade e do manejo preconizado para o rebanho. O mau uso da cerca elétrica e a falta de informações seguras quanto ao tipo de animal a ser manejadas, alturas e quantidade de fios, espaçamento entre moirões, distribuição do choque pelo sistema, baixa qualidade de alguns eletrificadores e a promessa de cercas “exageradamente” baratas, levaram e ainda levam alguns sistemas de cerca elétrica ao insucesso.
 
O que deve ser avaliado ao projetar:
- O tipo e a raça de animal a ser manejado (cria, recria, engorda);
- A quantidade, o tamanho e a forma dos piquetes;
- O número de animais por lote;
- A localização da água e do sal;
- Com ou sem praça de alimentação;
- A necessidade de corredores;
- A posição e o tamanho dos colchetes;
- A possibilidade futura de novas divisões
 
O que considerar na definição do eletrificador:
- O comprimento da cerca elétrica a ser implantada (em quilômetros);
- Raio de ação que o eletrificador terá que cobrir;
- A localização do eletrificador;
- Tipo de eletrificador: 220 ou 12 Volts com painel e bateria;
- A localização do aterramento e o tipo de solo (argiloso, arenoso ou misto).
 
O que avaliar para construção da cerca elétrica:
- O tipo de terreno (plano, levemente ondulado ou inclinado);
- A altura da cerca e a quantidade de fios;
- O espaçamento entre as lascas.
 
Planejar antes de começar
- A distribuição do choque pelo sistema;
- A subdivisão (setorização) dos piquetes com chaves de ligação.
 
Lembre-se:
- Cerca elétrica requer manutenção. É muito importante planejar bem a distribuição do choque e as chaves de ligação para facilitar este serviço.
- É importante que todo material empregado (eletrificadores, isoladores, arame e acessórios) seja desenvolvido para aplicação específica em cerca elétrica, com garantia comprovada.
 
Eletrificador de 220 V: - Instalar o eletrificador em local limpo e seco abrigado da chuva e do sol, longe do alcance de crianças. - Nunca instalar o eletrificador dentro de casa. A cerca pode ser atingida por um raio e conduzi-lo para dentro da casa. - Não ligar o eletrificador na mesma tomada de outros aparelhos eletrônicos. - Certificar-se da voltagem correta do eletrificador. Nunca tentar ligar o eletrificador de 12 Volts na corrente de 110 ou 220 Volts. - Não fazer reparos ou trocar fusíveis com o eletrificador ligado à rede elétrica. - Cuidado com materiais inflamáveis próximos à saída do eletrificador ou das cercas eletrificadas. - Ensinar seus funcionários a forma correta de ligar e desligar o eletrificador. - Nunca conectar fio de cobre com arame galvanizado; eles oxidam e isolam a emenda, comprometendo o funcionamento de todo o sistema. - Certificar-se da boa condição da rede elétrica e da tomada no local onde será instalado o eletrificador. Fios desencapados, tomadas velhas ou soltas e fiação muito antiga devem ser substituídos (Fig. 1).


 
O bom aterramento
O aterramento de uma cerca elétrica não tem a função de segurança como nos eletrodomésticos ou aparelhos eletrônicos, ele é uma parte integrante do circuito elétrico da cerca.
O fluxo de corrente que passa pelo animal quando ele toca no fio eletrificado, entra na terra pelas suas quatro patas e retorna até o aterramento do eletrificador fechando o circuito elétrico.
 
Atenção!
A importância do bom aterramento está diretamente ligada à quantidade de choque que o animal vai receber ao tocar na cerca (Fig. 2).
 




Informações:

 

- Com conectores de Cerca e Terra para instalação do fio da cerca e do fio do aterramento;

- Com LED para informar quando o equipamento estiver ligado;

- Fabricado com caixa em ABS

 

Dados Técnicos:

 

- Alimentação: 220V CA - 60Hz

- Tensão de saída: 0,2 Joule

- Consumo médio: 0,8 Watts

29 de Setembro de 2016

Outras Notícias

Todas as Notícias