Como especificar corretamente um transformador:Transformador para alimentação de cargas não lineares

Saiba como especificar um transformador para alimentação de cargas não lineares


Alimentação de cargas não lineares

Deve ser feito uma análise completa da rede elétrica, para avaliação da THD (taxa de distorção harmônica total) ou, preferencialmente, o fator K. Alguns equipamentos de análise de energia elétrica indicam este valor diretamente. Algumas situações exigem que os componentes da instalação sejam sobredimensionados, ou seja, devem suportar um valor extra de potência, a fim de compensar esses fatores. No caso de transformadores, tais fenômenos requerem que a potência nominal deste seja um valor acima da potência dos equipamentos da instalação.

O fator K atribuí a um transformador um índice para suportar um valor harmônico em sua corrente da carga, permanecendo dentro dos seus limites de temperatura de operação. Dessa forma, o mesmo pode fornecer uma carga adicional para suportar uma quantidade específica de índice harmônico além da saída nominal de carga em kVA,

Exemplos de cargas não lineares:

- Fontes chaveadas
- Equipamentos de TI
- Fornos de indução
- Inversores de frequência
- Retificadores


08 de Outubro de 2015

Outras Notícias

Todas as Notícias